Fale Conosco
  • phone
    (21) 3591-3415 \ (21) 2186-6981
  • location_on

    Av. Vicente de Carvalho, 909 - sala 717 Vila da Penha - RJ

Deixe sua Mensagem

    Fim do Fundo PIS-Pasep não acaba com o abono salarial do PIS-Pasep; entenda

    fim-do-fundo-pis-pasep-nao-acaba-com-o-abono-salarial-do-pis-pasep - Fim do Fundo PIS-Pasep não acaba com o abono salarial do PIS-Pasep; entenda

    Uma medida provisória publicada nesta terça-feira (7) extinguiu o Fundo PIS-Pasep, mas isso não interfere no abono salarial do PIS-Pasep, que é pago todos os anos para quem trabalhou com carteira assinada e recebeu, em média, até dois salários mínimos por mês.

    O Fundo PIS-Pasep e o abono do PIS-Pasep são coisas diferentes. Entenda mais abaixo.

    O que é o Fundo PIS-Pasep

    PIS é a sigla para Programa de Integração Social. Pasep é a sigla para Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público. São programas pelos quais as empresas e órgãos públicos depositam contribuições em um fundo ligado aos seus empregados.

    Entre 1971 e 1988, os depósitos das empresas e órgãos públicos eram feitos em nome de cada um dos trabalhadores, em contas individuais do Fundo PIS-Pasep. Cada trabalhador, então, era dono de uma parte (cota) no fundo. Quem trabalhou como contratado em uma empresa ou como servidor público antes de 4 de outubro de 1988 tem uma conta no fundo PIS-Pasep.

    Quem tem dinheiro no Fundo PIS-Pasep vai perder?

    Não. O valor continuará identificado separadamente e permanecerá livre para saque até 1º de junho de 2025. Depois dessa data, será considerado abandonado e aí, então, passa para a União.

    O governo fez sucessivas campanhas para que os trabalhadores que ainda tinham dinheiro nas contas individuais do PIS-Pasep retirassem esses valores. No entanto, estima-se que R$ 21 bilhões ainda não foram resgatados.

    Quem ainda não fez o saque deve procurar uma agência da Caixa Econômica Federal com um documento oficial com foto. Até 31 de maio, o dinheiro das contas PIS-Pasep de funcionários públicos continua com o Banco do Brasil.

    Abono deste ano começa em julho

    O governo divulgou no começo de abril o calendário de pagamento do abono para quem trabalhou com carteira assinada em 2019. Confira:

    Calendário para empregado

    Calendario1 - Abrir Empresa Simples

    Fonte: UOL

    Calendário para empregado em empresa privada

    Calendario Empresa Privada - Abrir Empresa Simples

    Fonte: UOL

    Calendário para funcionário público

    Calendario Para Funcionario Publico - Abrir Empresa Simples

    Fonte: UOL

    Quem tem direito ao abono salarial por ter trabalhado em 2018 e ainda não sacou precisa ficar atento: o governo antecipou a data limite para 29 de maio.

    Quem tem direito a sacar o abono?

    • Quem trabalhou com carteira assinada por pelo menos 30 dias em 2019
    • Ganhou, no máximo, dois salários mínimos por mês, em média
    • Está inscrito no PIS-Pasep há pelo menos cinco anos
    • É preciso que a empresa onde trabalhava tenha informado os dados corretamente ao governo

    Como saber se tenho direito?

    Para saber se tem direito ao abono salarial, é possível fazer a consulta das seguintes maneiras:

    PIS (trabalhador de empresa privada):

    Pasep (servidor público):

    • Pelos telefones da central de atendimento do Banco do Brasil: 4004-0001 (capitais e regiões metropolitanas); 0800 729 0001 (demais cidades) e 0800 729 0088 (deficientes auditivos)

    Quanto é pago?

    O valor pago é de até um salário mínimo (R$ 1.045, em 2020) e varia de acordo com o tempo que a pessoa trabalhou. Se ela trabalhou o ano todo, recebe um salário mínimo. Se trabalhou um mês, ganha proporcionalmente: 1/12 do salário mínimo.

    Segundo o Ministério da Economia, os valores são arredondados para cima. Quem trabalhou por um mês, por exemplo, teria direito a R$ 87,08 de abono. Com o arredondamento, o trabalhador recebe R$ 88.

    Onde é feito o saque?

    • Funcionários de empresa privada, com Cartão Cidadão e senha cadastrada: o saque pode ser feito em caixas eletrônicos da Caixa ou em lotéricas
    • Não tem o Cartão Cidadão? O saque é feito em uma agência da Caixa, com documento de identificação
    • É correntista individual da Caixa? O abono é depositado diretamente na conta, caso haja saldo acima de R$ 1 e movimentação
    • É servidor público? O saque é feito nas agências do Banco do Brasil, com documento de identificação. Servidores correntistas do banco recebem o dinheiro diretamente na conta. Mais informações sobre o Pasep podem ser obtidas pelo telefone do BB: 0800 729 0001

    Fonte: UOL

    Compartilhe nas redes!

    Marcadores:

    Recomendado só para você!
    Você Sabe Porque O Fluxo De Caixa É Necessário Para…
    Open chat